Axiomas

Breves postulados da hipótese termodinâmica homeopática

Tanto a termodinâmica clássica quanto a termodinâmica homeopática tratam do vapor, mas naquela tudo começa no fogo e nesta a água é o princípio de tudo.

Na equação E = M. a equivalência entre massa e energia expressa a dualidade entre corpúsculo e onda, sendo “E” a natureza ondulatória e “M” a natureza corpuscular, em ambos os casos retratando o mesmo fenômeno energético de natureza quântica e relativística, que pode ser expresso por E = h.f de modo que h.f = M., ou seja, a natureza da onda de caráter corpuscular sendo igual à natureza da partícula de caráter ondulatório.

Na equação E = M. a massa “M” tem um valor de fóton metabólico porque o metabolismo humano e animal, em última análise, começa na assimilação da luz solar pelas algas e plantas e termina na emissão de raios infravermelho ao meio ambiente ou no vapor correspondente.

A variação de energia em ΔE = h.f trata da radiação que é emitida na diferença de um nível quântico mais alto a um nível quântico mais baixo, assim como o fluxo de escoamento em uma roda d’água vai do alto para baixo, em analogia ao calor que vai do quente ao frio no vapor resultante. Deste modo, os níveis quânticos atômicos variam assim como variam os níveis de água nas células.

Em termodinâmica a diferença de altura pode ser interpretada como a diferença de temperatura, em nível macroscópico e microscópico, o que se traduz na correspondência entre a água que desce e o vapor que sobe, pela metáfora da água caindo à semelhança do calor fluindo.

No critério bioquântico, os átomos e as moléculas emitem quantum tal qual as células emitem água, ou mais especificamente, vapor d’água.

A energia vital se manifesta no equilíbrio dinâmico o qual depende da água, então a correspondência entre a água que desce e o vapor que sobe é semelhante ao declínio da vitalidade pelo aumento gradativo da entropia.

O percentual hídrico intracelular em tecidos hígidos é um critério da quantidade de vitalidade de um organismo, que diminui com o decorrer do tempo, porque decresce conforme a entropia cresce.

Na equação H.Ψ = E.Ψ o operador quântico da energia total do sistema pode retratar o calor vital, por se tratar de um operador linear, visto que a energia total de um sistema vivo inclui a entropia biológica, sendo que entropia é a direção da energia no tempo, ou mesmo a direção do tempo na energia.

São importantes também as equações do engenheiro holandês Balthasar van der Pol sobre o oscilador que leva seu nome, bem como do matemático norte-americano Edward Lorenz sobre o atrator que leva seu nome e sobre o chamado “efeito borboleta”.

Curitiba, 25 de julho de 2022.

OBSERVAÇÃO: A presente página não tem qualquer reconhecimento científico e se destina à apresentação de uma hipótese na medicina homeopática que possa ser útil ao diagnóstico e à prescrição.

Dr. Paulo Venturelli